Após 338 dias, Jesus Chedid volta ao Gabinete da Prefeitura

No dia 13 de março de 2020, a vida do país mudou. O Governo do Estado de São Paulo e o Ministério da Saúde anunciavam nesta data as primeiras medidas restritivas, com o intuito de retardar a circulação da coronavírus.

Bragança Paulista, anunciava as primeiras medidas como cancelamento de eventos e da Festa do Peão que estava programada, de aulas presenciais nas escolas municipais e o fechamento de comércios não essenciais.

Naquela data, o município tinha 6 casos suspeitos, nenhum confirmado. Sendo quatro deles em investigação, sobretudo de pessoas que tinha viajado ao exterior ou contato com quem tivesse viajado.

E como não poderia ser diferente, o prefeito Jesus Chedid, na época com 81 anos teve que se resguardar, por ser do grupo de risco. Passou a não ir mais ao Gabinete do Palácio Santo Agostinho e intensificou a comunicação pelo WhatsApp com seus secretários e demais subordinados. Despachava do seu escritório político, a Morada das Pedras, onde o acesso era restrito.

O Em Pauta fez um levantamento das reuniões naquela semana e o último registro, em que o prefeito Jesus esteve no Gabinete, foi em uma reunião do dia 11 de março, onde recebeu os novos médicos do IML de Bragança Paulista. Desde então, nunca mais foi visto na sede do Executivo.

Neste meio tempo ele conseguiu se reeleger, sem participar de uma única caminhada ou carreta.

Foi então que mais de 11 meses depois, apareceu publicamente na Prefeitura na última sexta-feira, 12, para a assinatura de Ordem de Serviço para a reforma do Jardim Público e do ginásio Agostinho Ercolini. Se esteve lá, antes, nenhuma foto foi divulgada por sua assessoria. Todas vezes que apareceu em fotos ou vídeos foram em seu escritório político.

Mesmo ainda não tendo sido vacinado contra a COVID-19, por ter 82 anos e este grupo ainda não ter sido contemplado com a dose, se reuniu com cerca de 20 pessoas em ambiente fechado.

E conforme apurado pelo Em Pauta, voltou com a língua afiada. Disse que na oportunidade, começava de fato o novo mandato. Cobrou celeridade dos secretários presentes, deu bronca em sua assessoria de imprensa por esquecer de anunciar que Edmir Chedid estava representado no encontro e também em um empreiteiro presente, porque atrasou uma obra. Com relação ao Legislativo, cobrou a união do seu grupo político. “Não tem essa de ser independente”, disse.

Enquanto esteve ausente da Prefeitura, raras foram as aparições de Jesus. Não esteve por exemplo, na histórica inauguração do Centro Cultural, no antigo Teatro Carlos Gomes. Recebeu na Morada das Pedras algumas lideranças, que sempre tiveram que ser testadas para COVID-19, antes de entrarem no local.

Hoje, Bragança Paulista registra 8.932 casos confirmados de COVID-19, 521 em investigação, 35 pessoas hospitalizadas e 139 óbitos. E a vacinação para o grupo de Jesus Chedid, de 80 a 84 anos, está prevista para se iniciar no dia 1° de março.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Já para conferir a lista de pessoas vacinadas no município acesse: https://bragancaempauta.com.br/confira-aqui-lista-atualizada-de-vacinados-em-braganca-contra-covid-19/

Quer receber nossas notícias no celular?
É só clicar aqui: WhatsApp do Jornal Em Pauta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *