Associação apoia promotores, após fala de Edmir Chedid

A diretoria da Associação Paulista do Ministério Público (APMP), entidade que representa mais de 3 mil Promotores e Procuradores de Justiça, da ativa e aposentados, do Ministério Público do Estado de São Paulo divulgou ontem, 15, uma nota em apoio aos Promotores de Justiça de Bragança Paulista.

A manifestação foi divulgada após repercussão de discurso do deputado estadual Edmir Chedid (DEM), durante assinatura de ordens de serviço de obras em Bragança Paulista no dia 9. O discurso, efetuado para funcionários comissionados, secretários, vereadores da base do prefeito Jesus Chedid e órgãos de imprensa previamente selecionados, ganhou repercussão no jornal Gazeta Bragantina, no último sábado, 11, escrita pelo dono do veículo de comunicação Paulo Alberti Filho, ex-candidato à vereador do Democratas.

Apenas alguns veículos de comunicação foram convidados a participar do evento, que diferente de outras solenidades semelhantes, dessa vez, além da presença do deputado e do vice-prefeito Amauri Sodré, contou com a presença do prefeito Jesus Chedid. O Em Pauta não foi convidado.

PUBLICAÇÃO DA GAZETA BRAGANTINA

Na publicação, a Gazeta Bragantina ressalta que “o deputado Estadual Edmir Chedid elevou o tom ao falar do Ministério Público e citar denúncias de cunho político e de possíveis omissões sobre obras patrocinadas pelo Governo do Estado na região”.

A coluna informou ainda que o deputado Edmir Chedid, disse em seu discurso que apesar do prefeito de Bragança Paulista levar na boa o assunto, ele não leva e mandou o Ministério Público trabalhar. “Esse negócio de ficar ameaçando Câmara Municipal, ameaçando a Prefeitura…. Pô … o Ministério Público que vá trabalhar”, teria dito o parlamentar.

A coluna informou ainda que durante o discurso, o deputado disse ao pai que algum dia enfrentaria o MP e que “chegou a hora de pôr os pingos nos is”.

NOTA DA ASSOCIAÇÃO

Na nota, a APMP registra que “os Promotores de Justiça de Bragança Paulista atuam no cumprimento da Constituição Federal, Constituição do Estado e das Leis da República e de São Paulo, na defesa da sociedade”.

A associação ressalta que a acusação de que os Promotores de Justiça teriam agido politicamente no caso das Obras do Lago do Orfeu “não traduzem a firme atuação dos Promotores de Justiça de Bragança, que muito trabalham pautados pela estrita legalidade na defesa da sociedade, com ações técnicas que visam aplicar Justiça aos casos concretos”, diz a nota.

A nota acrescenta ainda que “os Promotores de Justiça de Bragança Paulista possuem conduta ilibada e balizam suas ações, costumeiramente combativas e aguerridas, visando ao bem público, ao que contam com apoio irrestrito da APMP para que possam continuar cumprindo seus deveres constitucionais e legais na defesa da ordem jurídica, e dos interesses sociais e individuais indisponíveis”.

DEPUTADO NÃO SE MANIFESTA

O Jornal Bragança Em Pauta entrou em contato com a assessoria do deputado Edmir Chedid para confirmar o teor do discurso e motivo de sua insatisfação com o MP local.

Por volta das 17h, nenhum assessor foi encontrado, no telefone do gabinete da ALESP (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). Também não obtivemos retorno por e-mail. Caso o mesmo se manifeste, essa reportagem pode ser atualizada.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo independente, sério e profissional. Informe-se, portanto, diariamente, pelo Jornal Bragança Em Pauta.

Quer receber notícias atualizadas de Bragança Paulista, bem como região no celular? Entre no grupo de WhatsApp do Em Pauta

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *