Atuação do secretário de Mobilidade gera bate-boca na Câmara Municipal

Na tarde desta terça-feira, 14, o clima esquentou na sessão da Câmara Municipal de Bragança Paulista. Um debate sobre a atuação do secretário municipal de Mobilidade Urbana e da suposta ausência do prefeito Jesus Chedid no comando da cidade, fez o vereador Miguel Lopes (PTB) e a vereadora Gi Borboleta (DEM) exaltarem os ânimos.

As críticas ao secretário municipal do prefeito Jesus Chedid tiveram início na fala do vereador Fábio Nascimento (Republicanos), que pertence ao Grupo Chedid.

DESCONTENTAMENTO DE VEREADOR DO GRUPO CHEDID

“É a sétima vez que falo… estamos com uma dificuldade enorme. Não estamos sendo atendidos pela Mobilidade Urbana. Precisamos nos unir, para ver como vai ficar a questão do secretário (Rogério Crantschaninov)…”, iniciou o desabafo.

“Sou do grupo, sou atendido, mas o da Mobilidade está complicado”, completou Nascimento, que leu uma lista de solicitações não atendidas e nem respondidas pela Prefeitura.

MIGUEL LOPES DESABAFA

Na sequência, o vereador Miguel Lopes, que costuma criticar o trabalho do secretário de Mobilidade Urbana, corroborou com as críticas. “Este secretário é uma brincadeira, uma piada, não atende só o senhor, ele não atende os 19 vereadores”, disse.

E complementou, defendendo a tese de que quando um funcionário não cumpre algo, o responsabilizado deve ser o chefe. “E quem não está atendendo é o prefeito Jesus e o deputado Edmir. Porque secretário obedece a ordem do prefeito”, afirmou Miguel.

“Pena que o prefeito Jesus não está bem de saúde, não está atuando 24 horas como atuava antigamente. Agora tem um monte de gente mandando na Prefeitura, se não o prefeito Jesus já tinha tirado esse indivíduo fazia muito tempo”, disse Lopes.

“Faz falta o Jesus no comando. É visível que ele não está no comando. Porque muita coisa que está acontecendo nessa Administração, com ele firme e forte não acontecia. Hoje o Legislativo está esquecido na mão de dois ou três metidos a prefeitinho, secretário metido a prefeitinho, é lamentável isso”, desabafou.

GI DEFENDE O GRUPO

Quando Fábio Nascimento disse, que concordava com Miguel Lopes, a presidente da Câmara, vereadora Gi Borboleta saiu em defesa do Grupo Chedid.

“Até o senhor solicitar uma atenção maior do secretário de Mobilidade é uma coisa. Mas imputar isso ao deputado e ao prefeito eu não concordo com isso”, afirmou Gi.

Neste momento, Miguel Lopes interferiu: “Quem falou fui eu, não ponha o vereador (Fábio Nascimento) em maus lençóis. Eu falei e repito, se o secretario não está atendendo, é o Edmir Chedid e o Jesus. Como o Jesus não está bem, é o Edmir que está dando as cartas lá, todos nós sabemos disso”.

Gi, em um tom mais alto de voz, saiu então em defesa de Edmir Chedid: “O Edmir é deputado, não é prefeito”. E desta forma, se iniciou um acalorado bate-boca entre Miguel e Gi.

Sobre a defesa de Gi, que Edmir Chedid não é o ‘prefeito de fato’, Miguel respondeu: “Está na frente inaugurando obras. Ele está tocando a Prefeitura. Ele não é louco para deixar a Prefeitura na mão dos outros. A senhora faça sua função de presidente e não de líder do Edmir, presida a Câmara”, afirmou à presidente do Legislativo.

Já ela, concluiu: “Gostaria de esclarecer que o prefeito desta cidade é o Jesus Chedid e o deputado que nos apoia e nos ajuda é o Edmir Chedid”.

O vereador José Gabriel também subiu a tribuna para dizer que paciência tem limite e que o secretário de Mobilidade Urbana, passou dos limites.

O Jornal Bragança Em Pauta entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Bragança Paulista e com a assessoria do deputado Edmir Chedid, mas até a publicação dessa reportagem não obteve resposta. Caso haja retorno, atualizaremos esta reportagem.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo independente, sério e profissional. Informe-se, portanto, diariamente, pelo Jornal Bragança Em Pauta.

Quer receber notícias atualizadas de Bragança Paulista, bem como região no celular? Entre no grupo de WhatsApp do Em Pauta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *