“Avô” procurado por homicídio é preso após assediar garota de 14 anos

A Guarda Municipal de Itatiba prendeu um “avô”, de 66 anos, no início da noite de domingo (3) após ele assediar a “neta”, uma garota de 14 anos.

A mãe da garota acionou a Guarda Municipal de Itatiba, por volta das 18h20. Imediatamente  equipes da Guarda Municipal de Itatiba se deslocaram até o Real Parque Dom Pedro.  A informação era de que a garota tinha sido assediada pelo pai do padrasto e precisava de ajuda.

A própria menina ligou para a mãe em prantos, contando que o “avô” havia a assediado e beijado o rosto dela. O homem, segundo os relatos da vítima, também teria mordido a orelha da garota, deitado em cima dela e falado palavras indecentes.

A garota pediu ajuda ao padrasto e ao tio que estavam próximos, e também ligou para mãe que estava trabalhando e rapidamente voltou para casa. Quando os guardas chegaram no local,  a jovem estava visivelmente abalada e relatou para eles o que aconteceu.

Os guardas constataram então que o “avô” estava  embriagado e não conseguia sequer narrar sua versão dos fatos. Com os depoimentos dos parentes presentes os guardas deram voz de prisão em flagrante ao homem e o conduziram à Delegacia de Polícia Civil de Itatiba.

Ao pesquisarem os antecedentes criminais do acusado, os policiais constaram que havia contra ele um mandado de prisão pelo crime de homicídio. O homem ainda tem 7 anos de prisão para cumprir.

Diante dos fatos, o “avó” foi preso por tentativa de estupro e recolhido à cadeia. Já a jovem, ficou sob os cuidados da mãe. A Delegacia de Defesa da Mulher irá acompanhar o caso.

MAIS NOTÍCIAS POLICIAIS

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo independente, sério e profissional, portanto, informe-se diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

Outras notícias polícias você encontra na aba Polícia, no menu principal do site, bem como, na página Polícia em Pauta no Facebook.

Para receber as principais notícias do dia de Bragança Paulista e da região participe dos grupos de WhatsApp do Em Pauta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *