Bragança Paulista amplia ensino integral para 2022 e incentiva leitura

Com a pandemia da COVID-19, as crianças, adolescentes e professores tiveram que se reinventar e se readequar às aulas hibridas, on-line e atividades remotas, mundo a fora. Especialistas, garantem que os prejuízos na educação ainda terão reflexo nos próximos anos e por isso, buscar alternativas e soluções para os próxmos anos é um passo muito importante para que as crianças não sejam mais prejudicadas
.
Em Bragança Paulista, as aulas no ensino integral da rede municipal de ensino foram retomadas para cerca de 1.250 alunos matriculados no último dia 2 de setembro. Atualmente, a cidade conta com 4 unidades que já estão com este modelo de ensino, mas para 2022, mais 6 unidades atenderão as crianças em tempo integral.

AS ESCOLAS BENEFICIADAS

De acordo com o anunciado ontem pela Prefeitura de Bragança Paulista, as seis escolas do município que se tornarão de tempo integral, irão atender 2 ml alunos. As escolas beneficiadas, são:

  • E.M Antônio Dorival M. de Oliveira (Jd. Iguatemi) – 290 alunos;
  • E.M Profª Lúcia Helena Pugiali (Toró) – 270 alunos;
  • E.M Profº Carlos Frederico dos Santos Silva (Jd. São Miguel) – 300 alunos;
  • E.M Profº Fernando Amos Siriani (Jd. da Fraternidade) – 350 alunos;
  • E.M Profº Dr. Francisco Murilo Pinto (Águas Claras) – 600 alunos e
  • E.M Profª Zitta de Mello Barbosa – EI / EF (Penha) – 190 alunos.

Nestas escolas, os estudantes terão uma carga horária de 9 horas diárias. Durante esse período, os alunos frequentam as aulas da grade do ensino regular e no contraturno participam de oficinas extracurriculares em diversas modalidades e áreas do conhecimento.

“Após muito estudo das necessidades e demandas, hoje conseguimos anunciar a ampliação de mais seis escolas para o período integral, com toda estrutura necessária para melhor acomodar os alunos durante as 9 horas diárias. Com isso, vamos mais do que dobrar o nosso atendimento através de escolas no município”, disse o Secretário de Educação Adilson Condesso.

INCENTIVO À LEITURA

Além disso, a Secretaria Municipal de Educação fez o lançamento de dois projetos “Minha Primeira Biblioteca – Edição 2021” e Baú da Turma da Mônica. 

O “Minha Primeira Biblioteca” foi lançado no ano passado, justamente durante a pandemia, com intuito de aprimorar o hábito da leitura e estimular o aprendizado das crianças. O projeto é composto por sacolas personalizadas contendo quatro livros de leitura, distribuídos para todos os alunos da rede municipal.

Nesta edição serão distribuídos 53.600 livros, para 13.400 alunos, do Infantil IV ao 5º ano do Ensino Fundamental, com investimento de R$ 2.756.299,26.

O segundo projeto lançado é o “Baú da Turma da Mônica”, que tem por objetivo o aprimoramento da competência leitora através do acervo com 95 livros de histórias e o desenvolvimento da arte das histórias contadas em teatro de fantoche, uma vez que o baú se transforma em um palco para tais apresentações. São 97 baús, que serão distribuídos para todas as 72 escolas, sendo dois onde houver Educação Infantil e Ensino Fundamental.

NOTÍCIAS NO SEU CELULAR

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo independente, sério e profissional. Informe-se, portanto, diariamente, pelo Jornal Bragança Em Pauta.

Quer receber notícias atualizadas de Bragança Paulista, bem como região no celular? Entre no grupo de WhatsApp do Em Pauta

2 thoughts on “Bragança Paulista amplia ensino integral para 2022 e incentiva leitura

  • 17/09/2021 em 09:37
    Permalink

    Faltou dizer de que hora a que hora são essas 9 horas.. mães que trabalham continuarão na mesma tendo que ir buscar as crianças as 16 ou 17 horas.. como? Integral é das 7.30 às 18 30 no mínimo.

    Resposta
  • 22/09/2021 em 00:28
    Permalink

    Muito bom! 9 horas é mais do que suficiente.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *