Bragança registra mais 9 mortes e março totaliza 66 óbitos

Março é o mês mais fatal da COVID-19, até aqui, em Bragança Paulista. Somente no boletim de hoje, mais 9 óbitos foram confirmados e um suspeito registrado. Todos eles aconteceram no final de semana. Há dois casos de falecimentos de mãe e filha, em poucas horas. Ao todo, agora são 66 mortes em 22 dias.

O número representa o triplo do número de mortes do pico da pandemia em 2020. Na época, nos meses de agosto e setembro, foram registrados 21 falecimentos, em cada mês.

Com os 9 falecimentos, Bragança Paulista tem agora 228 óbitos registrados desde o início da pandemia. Destas 103 mortes foram registradas entre março e dezembro de 2020 e  as outras 125 aconteceram em 2021.

Dos 228 pacientes que vieram a óbito, 119 eram homens, bem como 109 eram mulheres. Além disso, 52 vítimas fatais tinham menos de 60 anos. Já as outras 176 vítimas tinham 60 anos ou mais.

As mortes

As vítimas de nº 220 e nº 221 eram homens, de 54 e 59 anos, que estavam hospitalizados em leito de UTI e evoluíram a óbito ontem, 21.

Além disso, a vítima de nº 222 é Maria José Mariano, de 62 anos. Seu sepultamento acontecerá às 15h30 no Cemitério da Saudade. Ela estava hospitalizada na Santa Casa e evoluiu a óbito ontem, 21. A Prefeitura não informou, no entanto, se ela estava em leito de UTI, enfermaria ou se aguardava por uma vaga. Maria José faleceu um dia depois da mãe, Maria de Lourdes Lima Mariano, de 84 anos, que estava hospitalizada na UPA Vila Davi e evoluiu óbito no sábado. A morte da idosa, entrou no boletim, por enquanto, como óbito suspeito.

Já a vítima de nº 223 é o ex-vereador Ronaldo Teixeira, de 64 anos, que estava hospitalizado na Santa Casa, depois de aguardar vaga na UPA Bom Jesus, por uns dias. Ele faleceu no sábado, 20, conforme o já noticiado pelo Em Pauta. Ronaldo Teixeira deixou a esposa Suely Savaio, os filhos Ronaldinho e Mônica, netos e demais familiares e amigos.

Já a vítima de nº 224 é um homem, de 45 anos, que estava hospitalizado em leito de UTI e faleceu no domingo, 21.

A vítima de nº 225, por sua vez, é a professora Vivian Teixeira Bueno, de 38 anos. Ela era professora da Rede Municipal de Ensino e faleceu ontem, menos de 24 horas depois do falecimento da sua mãe Marilene Silva Teixeira, aos 62 anos. Marilene faleceu na manhã de domingo e estava internada em São Paulo, por causa da falta de vagas no município. Seu falecimento, no entanto, ainda não foi contabilizado oficialmente.

A vítima de nº 226 é uma mulher, de 77 anos, estava hospitalizada e evoluiu óbito ontem, 21. A Prefeitura não informou se ela estava em leito de UTI, enfermaria, ou se aguardava por uma vaga.

Também faleceu no domingo uma mulher de 72 anos que estava hospitalizada, em leito de enfermaria na UPA Vila Davi. Ela e a vítima nº 227 da COVID-19 no município. A vítima nº 228, por sua vez, é uma mulher de 69 anos, que estava em leito de UTI e evoluiu óbito também ontem.

Colapso nos hospitais

Desde fevereiro o município vive um drama nos hospitais, que continuam lotados e com fila de espera por vagas. Nas últimas 24 horas, este número voltou a subir de 2 para 8, sendo que 7 pacientes aguardam por leito de UTI e 1 de enfermaria. Vale lembrar que 20 leitos foram abertos exclusivamente para pacientes de Bragança Paulista na UPA Vila Davi.

Ao todo o SUS disponibiliza 47 leitos de UTI exclusivos para tratamento da COVID-19 e 33 leitos de enfermaria para atender a região. Todos eles estão 100% ocupados.  Além dos 8 pacientes de Bragança Paulista que estão na fila de espera, também há fila de espera nos outros municípios da região que dependem destes leitos.

O número de internações de moradores de Bragança Paulista, tanto em leitos SUS como particulares caiu de 112 para 105 nas últimas 24 horas.  Dos 105 internados, 71pacientes já têm confirmação de coronavírus. No dia anterior eram 74. Além disso, 34 pacientes aguardam internados os resultados dos exames, mesmo número do dia anterior.

Vale lembrar ainda que dos 105 internados, caiu de 28 para 21 o número de pacientes que seguem fazendo tratamentos em outras cidades em leitos SUS e foram transferidos pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS).

Outros números

O boletim de hoje da Secretaria de Saúde indica que desde o início da pandemia, a Prefeitura realizou 23.652 notificações ao Ministério da Saúde, sendo que só hoje foram mais 217 notificações. Além disso, também realizou no total 47.882 testes. Nas últimas 24 horas a Secretaria de Saúde, aliás, registrou mais 76 casos confirmados de COVID-19.

Ao todo, portanto, 11.366 casos foram confirmados até agora, sendo que destes 9.052 pacientes estão recuperados. Além disso, 2015 pacientes ainda estão em isolamento domiciliar, 71 estão internados e oficialmente 228 morreram.

O município aguarda o resultado de 495 exames, sendo que destes 459 pacientes estão em isolamento domiciliar, bem como 34 estão internados e duas pessoas morreram.

Ao todo, 15.275 pessoas já tomaram a primeira dose da vacina contra a COVID-19 e 5.409 receberam a segunda dose.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo sério e profissional. Informe-se diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

Para ficar srmpre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse o link: https://jornalempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *