Dupla é presa ao tentar abrir contas no banco com nomes falsos

Uma dupla foi presa ao tentar abrir contas no banco com nomes falsos. O caso aconteceu no início da tarde de quinta-feira (28) na cidade de Vargem.

Policiais Civis da delegacia de Vargem foram solicitados pelo gerente da agência do Banco do Brasil a comparecer no local porque lá estava uma pessoa tentando abrir uma conta, com documentos que apresentavam indícios de serem falsos.



O gerente informou à polícia que o sistema do Banco do Brasil emitiu um alerta, o que motivou a conferência de tais documentos. Momentos antes, na verdade, uma outra pessoa havia aberto uma conta no local e teria utilizando o mesmo endereço no comprovante de residência.

Após abrir a conta o primeiro acusado de falsificação deixou o banco sem levantar  qualquer suspeita.

A suspeita de falsificação só aconteceu quando o segundo homem apresentou o comprovante de endereço semelhante. O endereço era de Bragança Paulista e o banco constou que no local, na verdade, funcionava um restaurante de comida japonesa.

O gerente do banco também apurou que embora os holerites apresentados por ambos supostamente fossem de empresas diferentes e cargos diferentes, as duas pessoas receberiam o mesmo valor como salário, na mesma agência e conta bancária. Consultando o código do banco, o gerente apurou ainda que o mesmo era do Banco Itaú, mas ao verificar o número da agência informada, descobriu que a mesma não existia.

Diante dos fatos,  os policiais civis abordaram o segundo homem que tentava abrir a conta e ele confessou que realmente usou documentos falsos, que era angolano e residia em São Paulo.

Com ele os policiais civis encontraram os originais dos documentos falsificados que foram apresentados na instituição bancária. Ele foi preso e conduzido à delegacia de Vargem para as providências  cabíveis.

Os policiais já estavam na delegacia quando o gerente do banco novamente os acionou, informando que avistou na rua o primeiro indivíduo que conseguiu abrir a conta usando os documentos falsos. O suspeito, de 39 anos, foi localizado e negou ter praticado qualquer crime.

O gerente da instituição bancária, no entanto, confirmou que ele conseguiu abrir conta com a utilização dos documentos falsos, apresentando cópia dos documentos.

Diante disso, o suspeito também recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia. Os dois homens foram autuados em flagrante por estelionato e uso de documento falso e apresentados em audiência de custódia.

📲Entre no grupo de WhatsApp e receba as últimas e principais notícias
📲 Siga o Jornal Em Pauta no Instagram e no Twitter
📲 Entre no grupo do Telegram e receba as últimas e principais notícias




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.