Em alerta: Sistema Cantareira está com 39,5% da capacidade

O Sistema Cantareira, que abastece cerca de 7 milhões de pessoas na Região Metropolitana de São Paulo está oficialmente operando na faixa de alerta. Ontem (2) o nível do reservatório era de 39,5% da capacidade. Hoje (3), o nível é de 39,4%. A faixa seguinte à de alerta é a de restrição.

O Sistema Cantareira, além da represas do Rio Jaguari e Jacareí que fica em Bragança Paulista e região também é composto por reservatórios dos rios Cachoeira, Atibainha e Paiva Castro e faz parte do Sistema Integrado Metropolitano. O Sistema Metropolitano, por sua vez,  é composto por outros seis mananciais: Alto Tietê, Guarapiranga, Cotia, Rio Grande, Rio Claro e São Lourenço. Segundo a Sabesp, considerando o sistema integrado, a operação se dá com 54,7% da capacidade, nível similar a 52,2%, registrado no mesmo período em 2021, ano em que não houve problemas de abastecimento.



Faixa de Alerta

De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA), ao todo, há cinco faixas que orientam os limites de retirada de água do sistema. A faixa de alerta é definida quando o sistema tem volume útil acumulado igual ou maior que 30% e menor que 40%, ou seja, o caso do Cantareira, neste momento.

No dia 30 de junho, o Cantareira acumulava 39,7%.  De acordo com a Agência Brasil a  Sabesp informou que a a companhia está retirando atualmente 22 m³/s, inferior ao limite máximo de 27 m³/s autorizado. A empresa destaca que isso é possível “graças à integração com os demais sistemas”.

A próxima fase é a de restrição.  Neste caso, o volume útil acumulado é igual ou maior que 20% e menor que 30%.

Em nota, a Sabesp informou que não há risco de desabastecimento neste momento na Região Metropolitana de São Paulo, mas “orienta o uso consciente da água, em qualquer época e em todos os municípios em que opera”.


📲Entre no grupo de WhatsApp do Jornal Em Pauta e receba as últimas e principais notícias

📲 Siga o Jornal Em Pauta no Instagram e no Twitter
📲 Entre no grupo do Telegram do Jornal Em Pauta e receba as últimas e principais notícias




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.