Em ritmo de pré-campanha Edmir Chedid inaugura obras sem o pai e com direito a aglomeração

Os 46 leitos de UTIs de Bragança Paulista estão com 100% de ocupação e fila de espera. Mesmo assim, a Prefeitura segue fazendo eventos de inauguração de obras, mesmo sem a presença do prefeito Jesus Chedid, de 82 anos, já imunizado contra a COVID-19.

As inaugurações acontecem ao mesmo tempo que carros de som circulam pelos quatro cantos da cidade alertando que a pandemia não acabou e é preciso evitar aglomerações e a Prefeitura anuncia que poderá multar em até R$ 290 mil, quem provocar aglomeração.

No lugar do prefeito, no palanque, em ritmo de pré-campanha, segue com o microfone aberto para os discursos o deputado estadual Edmir Chedid, natural candidato à reeleição em 2022.

Os eventos, embora realizados em local aberto, causam aglomerações de funcionários públicos concursados, comissionados, convidados e também vereadores da base aliada do Grupo Chedid.


IMPRENSA INDEPENDENTE NÃO É AVISADA

Estrategicamente, parte da imprensa independente, como o Jornal Bragança Em Pauta, por exemplo, sequer tem sido convidada ou avisada dos eventos. Após a realização dos mesmos, no entanto, a Secretaria de Comunicação, chefiada por Thiago Morais, ex-assessor de Edmir Chedid, envia release e fotos das obras, e do evento, sob a ótica de mostrar poucos personagens presentes, distantes um dos outros.

A realidade, no entanto, é outra. O Em Pauta já publicou anteriormente a aglomeração na inauguração do CAPS AD na Avenida Juscelino K. de Oliveira.

Na última sexta-feira, 18, a aglomeração voltou a ocorrer. Dessa vez, leitores avisaram o Em Pauta da denunciar a aglomeração ocorrida na Rua Tupi, onde acontecia a inauguração de uma rua.

A reportagem esteve no espaço e constatou que realmente nem todos os presentes seguiam as recomendações de distanciamento de 1,5 metros.

DEPUTADO SE RETIRA ANTES DO TÉRMINO DO EVENTO

Edmir Chedid, que deixou o local às pressas, pouco tempo depois que a reportagem chegou, antes sequer do evento terminar, fez questão de cumprimentar, abraçar e tirar foto com o público presente.

O evento inaugurou uma via que interliga a Travessa Taboão à Avenida Europa, no Lago do Taboão. A obra tem o objetivo de proporcionar o aumento da fluidez do trânsito local. E claro, é importante para a mobilidade urbana. A via levará o nome de Pedro Splendore, cidadão prestante que dedicou esforços à comunidade local durante sua vida.

A festa de inauguração neste momento de pandemia, onde cidadãos esperam na fila por vagas de UTI, no entanto, chama atenção até porque a obra viária faz parte de um conjunto de obras que ainda não está pronto. No local ainda segue em construção um Terminal Urbano e a Praça da Poesia. As obras são realizadas pela empresa Projinste Construções Ltda-EPP e poderiam ser inauguradas de uma só vez, em momento mais propício.

Neste momento, além de ocupação de 100% de leitos UTIs e de enfermaria, há fila por vagas.

Em março, quando o município atingiu o pico de mortes, o deputado Estadual Edmir Chedid chegou a divulgar em suas redes sociais que mais 30 leitos seriam abertos no Hospital Universitário São Francisco. A promessa, no entanto, não saiu do papel.

Enquanto isso, moradores de Bragança Paulista e de toda região, ou seja, municípios que compõem a base eleitoral do deputado estadual Edmir Chedid seguem aguardando na fila de espera por vagas. Para muitos, aliás, a espera foi fatal.

PREFEITURA PROMETE MULTAR QUEM PROMOVER AGLOMERAÇÃO

Além disso, Bragança e região seguem com restrições por causa do avanço da pandemia. No município, eventos coletivos esportivos, por exemplo, seguem proibidos, assim como restaurantes devem permitir apenas 6 pessoas por mesa.

Donos de chácaras e salões de festas, seguem sofrendo prejuízos com a proibição de aluguel para realização de eventos, enquanto a Prefeitura segue fazendo as suas comemorações.

Na sexta-feira, 18, horas após promover aglomeração na inauguração, a Prefeitura de Bragança Paulista postou em suas redes sociais uma publicidade que anunciava multa para eventos com aglomeração.

Eventos com até 100 pessoas, como era o caso da inauguração, podem ser multados de R$ 14.545,00 a R$ 29.090,00. A multa para eventos com 100 a 500 pessoas é de R$ 29.119,00 a R$ 87.270,00. E o valor aumenta até R$ 290.900.00, em caso de aglomerações com mais de 500 pessoas.

Em Serra Negra, onde o irmão gêmeo do deputado, Elmir Chedid é prefeito, o comércio teve que fechar as portas no final de semana e as aulas foram suspensas por causa do avanço da COVID que não poupou nem o vice-prefeito Bimbo, que segue internado há mais de um mês.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo sério e profissional. Informe-se diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse o link: https://jornalempauta.com.br/tag/coronavirus

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Em Pauta

One thought on “Em ritmo de pré-campanha Edmir Chedid inaugura obras sem o pai e com direito a aglomeração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *