Professor Ailton Ganzelli falece aos 89 anos em Bragança Paulista

Faleceu na tarde de ontem 8, em Bragança Paulista, aos 89 anos, o professor Ailton Ganzelli.

Em nota divulgada nas redes sociais, seu filho Carlos Ganzelli, ressaltou que o pai começou a trabalhar cedo, aos 14 anos na antiga FEPASA. Foi lá, aliás, que iniciou sua carreira como auxiliar e chegou ao controle de tráfego de trens e telegrafista.

Em seguida, graduou-se em magistério no Colégio Santa Marcelina em Botucatu, e mais tarde em Matemática.

Foi professor durante muitos anos e mesmo depois de ter parado de lecionar, era conhecido por onde ia como Professor Ailton. “Não foi pouco o que ele fez pela educação, como professor ensinou e educou milhares de alunos, foi um dos fundadores da antiga Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista, atual FESB. Lá criou a FACILE, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras, e depois vários outros cursos. Ao longo dos vários anos formou dezenas de milhares de estudantes”, afirma o filho.

Professor Ailton também foi gerente de uma concessionária de caminhões da Mercedes-Benz, comercializou veículos e foi corretor de imóveis.

Além disso, foi secretário Chefe de Gabinete da Prefeitura de Bragança Paulista, na gestão de João Afonso Sólis (Jango).

O corpo do professor Ailton Ganzelli foi sepultado às 15h, em Itatiba. Ele deixou o filho Carlos, demais amigos e familiares.

SEPULTAMENTOS EM BRAGANÇA

Todos os dias, o Em Pauta atualiza horários de sepultamentos que acontecem no Cemitério da Saudade, em Bragança Paulista. Clique aqui para conferir: https://jornalempauta.com.br/falecimentos/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Em Pauta

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *