Profissionais da saúde da linha de frente serão os primeiros vacinados em Bragança

Foto: Governo do Estado de São Paulo

No final da tarde desta terça-feira, 19, a Prefeitura de Bragança Paulista informou que até o momento, o município ainda não recebeu doses da vacina da COVID-19.

Outro dado importante, refere-se ao número de doses que chegarão ainda esta semana e qual o público que as receberá prioritariamente.

Ontem, 18, a Secretaria de Saúde havia informado que Bragança deveria receber 6.900 doses, mas na ocasião não falou quando exatamente. Hoje, este número é de 2.360 doses para esta semana, ou seja, as demais podem chegar nas semanas subsequentes.

As entregas realizadas pelo Departamento Regional de Saúde (DRS) 7, de Campinas, deverão ser semanais.

De acordo com a própria Secretaria, o município tem aproximadamente 6.500 profissionais da saúde para serem vacinados neste primeiro momento.

QUEM SERÁ VACINADO IMEDIATAMENTE?

Com relação a quem será vacinado com este lote inicial, a Secretaria de Saúde esclareceu ao Em Pauta que serão somente profissionais que atuam na linha de frente no combate à COVID-19, como os que trabalham nas UTIs COVID, nas enfermarias do hospital de campanha e também aqueles que trabalham nos hospitais (Santa Casa, HUSF e Bragantino), na UPA localizada na Vila Davi e no Pronto-Atendimento Bom Jesus.

Outros profissionais da saúde, como os que trabalham nas UBS, por exemplo, ficarão para um próximo lote.

IDOSOS DE ASILOS

Neste primeiro momento, quem também será imunizado serão os idosos que estão em Instituições de Longa Permanência (ILP). Estimativa da Prefeitura indica que são 370 senhores e senhoras nestas condições na cidade e a imunização deles ocorrerão nas próprias instituições.

Bragança Paulista tem dois asilos, um abrigo de freiras, um de padres franciscanos e ao menos uma casa de repouso particular.

Outros idosos, independentemente da idade, ainda não poderão ser vacinados.

OUTROS INSUMOS

Ainda de acordo com a Prefeitura, nesta terça chegaram ao município outros insumos para iniciar a vacinação, como 6.100 agulhas e 20.500 cartões de vacina, para o registro da vacinação aos que forem imunizados.

Com o intuito de tirar as dúvidas da população, O Em Pauta tem tentado desde ontem, 18, realizar uma entrevista ou com a secretária municipal de Saúde, Marina de Fátima Oliveira ou com a Chefe da Divisão de Vigilância Sanitária e da Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, Juliana Schevenin, mas ambas não puderam atender a reportagem.

ANTIGO CRONOGRAMA

O antigo cronograma de vacinação, divulgado pelo Governo do Estado de São Paulo não tem mais validade, já que a vacina será oferecida pelo Ministério da Saúde.

Desta forma, seguira o PNI (Programa Nacional de Imunização). No cronograma do Governo Federal, consta até o momento apenas a prioridade para profissionais de saúde, idosos e pessoas com deficiência vivendo em instituições (como os asilo, por exemplo) e indígenas aldeados. Os demais grupos, ainda não há previsão.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?
É só clicar aqui: WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *