Protocolo para “prevenir infecção” da COVID-19 não passou pelo Conselho de Saúde

O Jornal Em Pauta publicou com exclusividade no último domingo, 24, a reportagem “Prefeitura orienta uso de medicamento sem comprovação científica contra COVID-19”.

No documento em que o jornal teve acesso (foto), a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Bragança Paulista, orientava médicos das Unidades de Atenção Primária a prescrevam aos pacientes o medicamento Invermectina. Medicamento este, que não possui comprovação científica de eficácia no tratamento da COVID-19, segundo o CREMESP (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) e SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) e infectologistas ouvidos pela reportagem.

“O município coloca à disposição dos munícipes o medicamento Ivermectina para tratamento profilático. Em circunstância especial esse medicamento tem potencial de PREVENIR infecções por SARS-Cov-2”, diz trecho da introdução do documento.

Ex-secretários de Saúde ouvidos pelo Em Pauta nesta segunda-feira, disseram que em gestões anteriores, novos protocolos da Atenção Básica tinham que passar por aprovação do Conselho Municipal de Saúde, órgão formado por representantes da Prefeitura, de entidades ligadas a área da saúde, trabalhadores da saúde, bem como usuários do SUS. Uma das competências do Conselho é acompanhar e fiscalizar o desenvolvimento das ações de saúde no município.

A reportagem procurou então a presidente do Conselho, Patrícia Pizzo, que informou que o polêmico protocolo para “prevenir infecção” da COVID-19 não passou pelo Conselho.

“É um protocolo que eles adotaram. Tenho ciência deste documento, mas não entrou em pauta nenhuma”, afirmou.

Perguntada pelo Em Pauta, se haveria a obrigatoriedade de o protocolo ser aprovado pelo Conselho, a presidente afirmou: “Até onde eu sei não”.

O documento é assinado pela secretária municipal de Saúde, Marina de Fátima Oliveira, pelo médico clínico e nefrologista, Dr. Antonio Ricardo de Carvalho e pela médica ginecologista e obstetra, Dra. Roberta Bento Gonçalves. Não há qualquer menção a algum médico infectologista da Prefeitura.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação  é o jornalismo sério e profissional.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus//

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?
É só clicar aqui: WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *