Sem máscara, Edmir Chedid participa de aglomeração na final da Libertadores no Maracanã

O deputado estadual Edmir Chedid ignorou na tarde de hoje, 30, a pandemia da COVID-19 e sem máscara participou de aglomeração na partida entre Santos e Palmeiras, realizada no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Palmeirense, o deputado não fez questão nenhuma de esconder que participou do evento com aglomeração e postou algumas fotos em sua página no Facebook, sendo imediatamente alvo de críticas.

“Bela aglomeração, muitos sem máscaras enquanto o povo que precisa trabalhar está trancado em casa. Cada dia que passa tenho mais nojo de política”, afirmou o internauta Sidnei Porfirio.

A seguidora Josileide Guimarães comentou: “A população de Bragança e região tem que fica em casa, agora o bonitão aí pode ir pra campo e fica sem máscara, que beleza”.

A atitude foi vista como um desrespeito não só aos seus eleitores, para quem desde março do ano passado vem ouvindo representantes do Grupo Chedid pedindo para a população de Bragança Paulista usar máscaras e não participar de aglomerações. Inclusive, o próprio pai do deputado, o prefeito Jesus Chedid, de 82 anos, é do grupo de risco, não só pela idade, mas por questões de saúde e tem contato rotineiro com o filho.

Edmir Chedid acompanhou a partida ao lado do filho e diretor proprietário da rádio FM 102, Victor Hugo Chedid e do presidente de honra do Red Bull Bragantino,  Marquinho Chedid, bem como de Nabi Abi Chedid Neto. Todos aparecem em fotos sem máscara.

Enquanto o deputado do Democratas comemorava o título de Campeão do Palmeiras, comerciantes de Bragança Paulista colocam na ponta do lápis o prejuízo de mais um final de semana com os estabelecimentos fechados e pelo menos 44 seguem internados lutando pela vida. Alguns, inclusive palmeirenses, que sequer puderam ver o jogo pela TV.

Edmir Chedid já foi diagnosticado com COVID-19 e embora sejam poucos casos de reinfecção ele ainda não está imune a doença já que como não é da área médica, não deve ter sido vacinado ainda.

A partida de futebol foi a primeira desde março do ano passado com portões abertos parcialmente, somente para convidados. Enquanto milhares de torcedores do Palmeiras e Santos não puderam ir ao estádio, o deputado foi apenas um dos políticos que esteve no local. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, também participou do evento, na torcida do Santos.

AGLOMERAÇÃO EM BRAGANÇA

Enquanto Chedid estava em uma aglomeração no Rio de Janeiro, em Bragança Paulista cenas de torcedores também aglomerados puderam ser vistas na Avenida Alpheu Grimello, no Lago do Taboão. Dezenas de torcedores, sem máscaras e sem distanciamento social se abraçavam, se confraternizavam e comemoravam o segundo título Alviverde da Libertadores.

Bragança Paulista totalizou hoje 121 mortes em decorrência da COVID-19, aguarda 999 resultados de exames e vive um dos piores momento da pandemia até agora.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?
É só clicar aqui: WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *