Turismo na região: Morungaba entra na Rota do Cicloturismo em parceria com Campinas. Rotas ainda devem ser ampliadas.

A partir do mês de junho, a Estância Climática de Morungaba fará oficialmente parte do roteiro dos praticantes de cicloturismo regional.

A decisão foi acertada nesta segunda-feira, 17, entre os responsáveis pelo setor de turismo de Morungaba e Campinas.

O diretor de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer de Morungaba, Julio César de Moraes, recebeu a diretora de Turismo de Campinas, Alexandra Capriolli, e o coordenador de Planejamento e Informação de Campinas, Eros Vizel, na reunião foi realizada no CIT (Centro de Informações Turísticas) em Morungaba.

“O número de ciclistas que passa por nossa cidade aos finais de semana é muito grande, sendo assim, essa parceria poderá aquecer o comércio local e a rede hoteleira. Tenho certeza de que, mesmo em meio à pandemia, esse olhar diferenciado para o cicloturismo regional é muito importante para nossa cidade”, explica o diretor de Turismo de Morungaba.

Durante a reunião ficou definido que o município definirá uma data para o Dia Municipal do Cicloturismo que integrará o calendário oficial de eventos da cidade.

Ainda durante a reunião, foram discutidos vários assuntos sobre a modalidade, entre eles, a organização de eventos em conjunto entre Campinas, Sousas, Joaquim Egídio e Morungaba.

Será realizada a apresentação das trilhas; a criação de um passaporte em parceria com o comércio local de cada cidade e a criação de um calendário regional de eventos em parceria com cidades como Amparo, Pedreira, Itatiba, Valinhos, Tuiuti e Bragança Paulista.

SINALIZAÇÃO TURÍSTICA

Durante o diálogo, também foram abordadas outras ações como a implantação da sinalização cicloturística, a criação do Cadastro dos Ciclistas e a revisão do mapeamento regional das rotas para os ciclistas que pode chegar a um trajeto de 230 km, integrando os atrativos dos municípios.

De acordo com o diretor de Turismo da Estância, atualmente existem cerca de 70 trilhas turísticas a serem visitadas entre Campinas e Morungaba, passando por Sousas e Joaquim Egídio por meio das ciclovias rurais, onde os ciclistas podem observar belas fazendas, arquiteturas históricas e religiosas, estações ferroviárias, planetários, montanhas, usinas hidrelétricas e inúmeras cachoeiras, contemplando atrativos do turismo rural da região.

O cicloturismo é uma forma de turismo que consiste em viajar ou explorar uma determinada região, utilizando como meio de transporte uma bicicleta. É uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de se fazer turismo.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo sério e profissional. Informe-se diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

Para ficar sempre por dentro das últimas notícias de Atibaia e região acesse: https://jornalempauta.com.br/category/turismo/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *