Vacinação contra a gripe em Bragança segue bem abaixo do ideal

A vacinação contra a gripe em Bragança Paulista segue bem abaixo do ideal, que é de 90% para cada público-alvo. A campanha de vacinação contra a gripe teve início no dia 12 de abril e os grupos prioritários, na primeira etapa são: gestantes, puérperas (mulheres com filhos até 40 dias), trabalhadores da saúde e crianças entre 6 meses até as que não completaram 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias).

A baixa adesão a vacinação contra a gripe atinge todo o Estado de São Paulo, que alerta que este público pode ser vacinado gratuitamente até o dia 10 de maio.

Baixa adesão

De acordo com dados do Governo do Estado, das 5,5 milhões de pessoas desta primeira etapa, somente 991,2 mil compareceram aos postos até a última semana, somando 653,7 mil crianças (19,8% de cobertura vacinal), 77,2 mil gestantes (17,7%), 243,7 mil profissionais da saúde (15,7%), 14,3 mil puérperas (19,9%) e 2,1 mil indígenas (35,7%).

Em Bragança Paulista, segundo os dados da Secretaria de Saúde, foram vacinados até agora, 1.719 profissionais da saúde de um total de 5.636, o que representa 30,50% do público.

Além disso, foram vacinadas 4.745 crianças de um público estimado em 11.537. Isto representa que apenas 41% das crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias foram imunizadas.

Entre as gestantes a adesão também é de 41%, o que significa que 653 das 1.587 gestantes tomaram a vacina no município. Quando o assunto são as puérperas, ou seja, mães que tiveram bebês a menos de 40 dias, a adesão é de apenas 23%, o que representa que apenas 60 das 261 mulheres foram vacinadas.

Importância da vacinação

Nubia Araújo, que é diretora de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde faz um apelo à população para que se vacine. “Pedimos às famílias para zelarem pela imunização dos pequenos, grávidas e às mães que deram à luz recentemente. Com a circulação de doenças respiratórias como a gripe e a COVID-19, toda medida preventiva é necessária. Vacinar-se é um gesto de cuidado individual e coletivo”, enfatiza.

Ela ainda lembra que a vacina é totalmente segura: “A vacina é totalmente segura e não causa gripe, pois é composta apenas de fragmentos do vírus que garantem a devida proteção”, enfatiza.

Em 2020, em todo o Estado de São Paulo 809 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) atribuíveis ao vírus Influenza foram registrados. Eles foram responsáveis por 119 óbitos.

Próximas etapas

A próxima etapa de vacinação começa no dia 11 de maio e incluirá os idosos com 60 anos ou mais e professores das redes pública e privada, que somam mais 7,8 milhões de pessoas.

Já a terceira etapa começa no dia 9 de junho, alcançando 5,1 milhões pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla); caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

COVID-19

Em Bragança Paulista, a vacinação contra Influenza acontece nas 29 Unidades de Saúde. Vale lembrar, no entanto, que nas unidades Centro de Saúde do Lavapés, Henedina Cortez e Santa Luzia que estão realizando a vacinação contra COVID-19, somente imunizarão contra a gripe as gestantes, puérperas e crianças que estão passando em consulta na unidade. As demais, devem procurar qualquer outra Unidade de Saúde.

O Ministério da Saúde não indica a aplicação da vacina da gripe ao mesmo tempo que a da COVID-19. A recomendação é que as pessoas que fazem parte do grupo prioritário tomem primeiro a vacina contra a COVID- 19 e depois a vacina contra a gripe após um intervalo mínimo de 14 dias. Isto, caso suas faixas etárias já estejam contempladas na vacinação da COVID-19.

Como as grávidas, as puérperas e as crianças não estão ainda no cronograma da vacinação da COVID-19, não tem por que esperar. Profissionais de saúde e idosos, devem ficar atentos a diferença de 14 dias.

Para mais informações, o interessado pode acessar informe técnico do Ministério da Saúde através do link: https://bityli.com/7MoKy: https://bityli.com/7MoKy.

Informe-se

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo sério e profissional. Informe-se diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás, é fácil. Acesse o link: https://jornalempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Em Pauta

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *