Obra atrasada n° 16: Minicidade de trânsito não sai do papel

Obra atrasada n° 16: Minicidade de trânsito não sai do papel

Em continuidade a série de reportagens sobre obras paradas e atrasadas em Bragança Paulista, o Em Pauta mostra a situação da construção da minicidade de trânsito, no cruzamento da Avenida dos Imigrantes com a Rua Aquiles Bianchi, nas imediações da Vila Bianchi.

Esta obra faz parte do “pacote de obras atrasadas” sob responsabilidade da empreiteira Urban Obras e Comércio e está orçada em quase R$ 2 milhões. O mesmo contrato contempla outras 6 obras, todas elas também não entregues, como o Centro do Idoso e Centro da Mulher, no Jardim São Lourenço, o CRAS Jardim Iguatemi, o galpão de eventos no Posto de Monta, a UBS do Taboão e a creche do Jardim do Cedro.



Embora a Prefeitura de Bragança tenha anunciado a minicidade de trânsito no ano de 2021, a licitação ocorreu somente em 2022 e a ordem de serviço foi dada à empresa Urban em julho do ano passado, já na gestão de Amauri Sodré do Grupo Chedid (foto). O prazo da obra era de 6 meses, portanto, deveria ficar pronta em 8 de janeiro de 2023, o que está longe de ocorrer.

Vereadoras Camila Marino da Saúde e Gi Borboleta, prefeito Amauri Sodré e secretária de Saúde Marina Oliveira, na ocasião da assinatura da Ordem de Serviço do ‘pacote de obras’, em julho de 2022

 

Informações contidas no Portal da Transparência apontam que a obra recebeu um aditamento de prazo em maio de 2023, ou seja, cerca de 4 meses após o prazo de conclusão. O prefeito Amauri Sodré do Grupo Chedid e o secretário de obras Benedito Carvalho Junior, gestor do contrato, estipularam o novo prazo da obra em 30 de setembro de 2023.

A reportagem do Jornal Em Pauta visitou o local na segunda-feira (22) e quinta-feira (25) e não encontrou nenhuma pessoa trabalhando.

Como é costume nas obras da Prefeitura de Bragança Paulista, os prazos não estão disponíveis na placa de obra

 

MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA PACOTÃO

Em abril, a 7ª Promotoria de Justiça de Bragança Paulista instaurou um Inquérito Civil para investigar o “pacotão de obras” atrasadas e paradas da Prefeitura de Bragança Paulista. O promotor enumera ao menos 12 obras atrasadas e/ou paradas, todas estas divulgadas pelo Em Pauta desde os primeiros dias de 2023. O jornalismo do Em Pauta já atualizou este número para 16.

“Não há nenhuma irregularidade contida nas licitações dos ‘pacotões de obras’, cujo procedimento respeitou todos os trâmites legais do assunto”, afirmou a secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura, sobre a investigação do MP, que ainda não foi concluída.

Também em abril o Em Pauta questionou o prefeito Amauri Sodré durante uma solenidade se ele se arrependia de ter feito o pacotão de obras. O mesmo respondeu que não.  “Foi uma experiência. Foi uma experiência a mais porque quando  as demais empresas pegavam individualmente muitas delas não tinham condições de tocar (a obra). Então foi uma ideia nossa de fazer o pacotão, mas infelizmente quando você faz uma licitação você sabe que a firma que está entrando é uma firma é idônea, mas não é o que aconteceu em Bragança”.

📲 Receba notícias no seu celular pelo WhatsApp do Jornal Em Pauta ou Telegram
📲 Siga o Bragança Em Pauta no Instagram e no Twitter




Um comentário em “Obra atrasada n° 16: Minicidade de trânsito não sai do papel

  1. Descaso com nosso dinheiro,esse lugar caberia perfeitamente a feira de quarta muito espaço para abrigar muitas bancas sem atrapalhar o trânsito,quando não há gestão na administração acontece isso tanto nos governos como mas empresas privadas lamentar é o que nos resta .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *