10 meses após prazo, Avenida Atílio Menin continua fechada

10 meses após prazo, Avenida Atílio Menin continua fechada

Programada para ser concluída em 15 de maio de 2022, a “novela” da obra na Avenida Atílio Menin, em Bragança Paulista continua sem conclusão mais de 10 meses depois e o tráfego de veículos interrompido em uma das vias.

A reportagem do Em Pauta esteve no local na tarde de segunda-feira (3) e constatou que foi concluído o serviço de “refazimento” do asfalto, após este apresentar buracos semanas após ser entregue pela empreiteira A3 Terraplenagem e Engenharia. Ainda restam pendentes no local o canteiro central, calçadas e a sinalização de solo.



Moradores dos bairros que dependem da via e comerciantes entraram em contato com a redação, questionando o porquê a via não é liberada, agora que o “refazimento” foi concluído, mesmo com os ajustes que ainda precisam ser realizados. A reportagem flagrou no local a dificuldade para embarque e desembarque de passageiros no ônibus de transporte público, que precisa parar no meio da via.

A ordem de serviço para a obra foi dada pela Prefeitura em 15 de julho de 2021. De acordo com o contrato disponível no Portal da Transparência, o prazo era de sete meses para conclusão do trecho entre a Avenida Antônio Pieroti e a Rua Domingos Sacrini. E de 3 meses, para o trecho entre a Rua Domingos Sacrini até a Avenida Alziro de Oliveira. O investimento total é de mais de R$ 2 milhões e 800 mil.

A duplicação da avenida teve início em maio de 2014, ainda na administração de Fernão Dias, mas não saiu do papel. A obra tinha como objetivo melhorar o acesso às moradias construídas na região do Henedina Cortez e Águas Claras e liberar novos empreendimentos na região.

O recurso para a realização das obras vem da outorga de R$35 milhões do novo contrato da Prefeitura de Bragança Paulista, com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

📲 Receba notícias no seu celular pelo WhatsApp do Jornal Em Pauta ou Telegram
📲 Siga o Bragança Em Pauta no Instagram e no Twitter




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *