Bragança e Atibaia participam da 21ª Semana Nacional dos Museus

Bragança e Atibaia participam da 21ª Semana Nacional dos Museus

Bragança Paulista e Atibaia participarão da 21ª Semana Nacional dos Museus que tem como objetivo ressaltar o papel fundamental dos museus na contribuição para o bem-estar, o bem-viver e o desenvolvimento sustentável das comunidades, onde possuem papel fundamental como espaços que promovem a consciência, fortalecem as identidades e a participação cidadã.

Em Bragança, de 15 a 21 de maio o Museu Municipal Oswaldo Russomano e Museu do Telefone, receberão uma programação gratuita  como parte do avanço de uma agenda dedicada à sustentabilidade.



Os museus irão oferecer à comunidade bragantina programas educacionais que irão contribuir com a promoção da saúde mental, a educação e a sensibilização ambiental com a exposição “Espaço Sensorial”, no Museu Municipal, e a ação educativa “Descarte Consciente”, no Museu do Telefone.

O Espaço Sensorial recria cenários de uma cidade e da natureza com objetivo de desenvolver habilidades que estão associadas aos cinco sentidos, visão, audição, paladar, olfato e tato, através de três ambientes com atividades que permitem à criança viver experiências sensoriais e desenvolver a percepção de si e do meio que a cerca.

Já a ação educativa acontece com a proposta de se tornar um ponto de coleta de resíduos, auxiliando a cidade a realizar o descarte consciente de lixos eletrônicos com potencial tão prejudicial ao meio ambiente. Além da coleta, o Museu do Telefone realizará uma mostra sobre o tema, abordando a obsolescência planejada dos equipamentos.

A Semana Nacional de Museus é uma das ações da Política Nacional de Museus do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), construída e proposta de forma articulada com o setor museal brasileiro, e que tem como propósito mobilizar os museus de todo o país a partir de um esforço de convergência de suas programações em torno de um mesmo tema.

Museu de Atibaia

Em Atibaia, a programação do Museu Municipal João Batista Conti terá início na próxima terça-feira (16) com a exposição “Rito de Passagem Masculina Xavante sob o olhar do homem contemporâneo”, da fotógrafa e pesquisadora Dulci Cardoso.

A proposta da exposição, que fica em cartaz até o dia 4 de junho é utilizar fotografias e símbolos para refletir sobre a relação dos ritos e da ancestralidade em torno da humanização. As fotos que compõem o acervo foram expostas pela primeira vez em 1998, no Museu Municipal João Batista Conti, percorrendo outras cidades do interior de São Paulo.

Já no sábado (20) das 14h às 17h, Dulci Cardoso retorna ao Museu Municipal João Batista Conti com uma palestra e roda de conversa sobre a pesquisa de campo realizada por ela junto à tribo Xavante da reserva de Sangradouro, em Mato Grosso. Dulci Cardoso nasceu em Atibaia e tem experiência em fotografias comerciais e fotojornalismo. Realizou, em 1998, uma importante pesquisa de campo em diversas áreas de atividades nas reservas indígenas de Sangradouro, São Marcos e Dom Bosco, em Mato Grosso, trabalhos que foram reconhecidos e fazem parte do Acervo do Museu Etnológico Colle Dom Bosco, em Turim, na Itália.

Ao todo, mais de 1.100 museus e instituições culturais e educativas em todo o Brasil participam da semana de atividades.

Serviço:

  • Museu Municipal João Batista Conti –  Av. Major Juvenal Alvim, nº 121 – Centro, de Atibaia.
  • Museu Municipal Oswaldo Russomano – Rua Cel. João Leme, 520 – Centro, de Bragança Paulista
  • Museu do Telefone – Praça José Bonifácio 126  – Centro de Bragança Paulista

 

📲 Receba notícias no seu celular pelo WhatsApp do Jornal Em Pauta ou Telegram
📲 Siga o Bragança Em Pauta no Instagram e no Twitter




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *