Bragança registra 4 mortes no final de semana e totaliza 114 óbitos de COVID

Durante o final de semana Bragança Paulista registrou quatro mortes confirmadas em decorrência de complicações da COVID-19. Além disso também foi registrada uma morte suspeita.

Uma das vítimas, conforme o adiantado ontem pelo Em Pauta é a costureira Marlene Lúcia de Lima Appezzato, de 75 anos, que foi a vítima fatal nº 111 da COVID-19 em Bragança Paulista.

A costureira  faleceu no sábado, 16. Ela deixou o marido Renevandil Appezzato e cinco filhas: Carmen, Claudia, Carla, Paula e Renata, além de 9 netos e duas bisnetas.

Ainda no sábado faleceram dois homens. Um de 64 e outro de 65 anos. Ambos tinham comorbidades e estavam internados em leito de UTI, sendo respectivamente as vítimas de nº 112 e 113 da COVID-19 em Bragança Paulista.

Após a publicação da reportagem, o Em Pauta, apurou que o homem de 65 anos era o comerciante Nelson Miranda. Ele trabalhava no ramo de impressoras.

Já no domingo, 17, foi registrado mais um óbito. A vítima era uma mulher, de 60 anos, que tinha comorbidades e estava internada em leito de UTI

Como de costume, a Secretaria de Saúde, não divulgou a identidade dos pacientes e o Em Pauta, não teve acesso a outras informações das vítimas.  Em nota, a Secretaria de Saúde lamentou as quatro mortes.

Balanço das mortes

Com as quatro mortes do final de semana, aliás, Bragança Paulista totaliza 114 óbitos confirmados para COVID-19, desde o início da pandemia.

Ao todo, 58 pacientes eram homens, bem como 56 eram mulheres, sendo que 20 vítimas fatais tinham menos de 60 anos. Já as outras 94 vítimas tinham 60 anos ou mais.

Janeiro tem doze mortes confirmadas até agora.

Agosto e setembro de 2020 são os meses com maior número de mortes desde o início da pandemia  sendo 21 óbitos confirmados para COVID-19 em cada um dos meses.

Casos suspeitos

Além das quatro mortes confirmadas também foi registrado no final de semana um óbito suspeito. Um homem, de 63 anos, com comorbidades, estava internado em leito de enfermaria e faleceu no domingo, 17.

O resultado do seu exame segue em investigação, assim como de mais 1445 pessoas, sendo que 14 delas estão internadas. Todas as outras seguem em isolamento domiciliar.

Mais de 7 mil casos

Além das mortes, o boletim de hoje mostra que Bragança Paulista ultrapassou a marca de 7 mil casos confirmados de COVID-19 desde o início da pandemia. Com os 107 casos confirmados hoje, o município totaliza agora 7014 casos positivos.

Destes, aliás, 5258 pacientes estão recuperados.  Além disso, 1610 seguem em isolamento domiciliar e 32 estão internados.

As internações

As internações de COVID-19 de moradores de Bragança Paulista caíram nas últimas 24 horas. Parte disto, é  resultado das quatro mortes confirmadas, bem como uma morte suspeita registradas no final de semana.

No total são 32 pacientes internados já com confirmação de coronavírus.  Além disso, 14 pacientes aguardam internados os resultados dos exames.

A taxa de ocupação dos leitos regionais de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), bem como de leitos de enfermaria do Sistema Único de Saúde (SUS) destinados para Bragança Paulista, Atibaia e outras 9 cidades da região estão no limite.

A taxa de ocupação de UTIs caiu de 100% para 95%, no entanto, a taxa de leitos de enfermaria subiu de 80 para 90%.

Hoje a Prefeitura de Bragança Paulista notificou ao Ministério da Saúde mais 236 casos suspeitos. Desde o início da pandemia, aliás, a Prefeitura realizou 15.369 notificações ao Ministério da Saúde, bem como 35.833 testes.

O boletim de hoje, aliás, também indica o descarte de 106 casos de COVID-19.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?
É só clicar aqui: WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *