Usuários e vereadores de Bragança reclamam da empresa de ônibus JTP

Usuários e vereadores de Bragança reclamam da empresa de ônibus JTP

Foto: Filipe Granado

Quando a Prefeitura de Bragança Paulista anunciou a troca da empresa responsável pelo transporte coletivo no município, muita gente achou que estaria livre a partir de então, dos problemas com transporte público. Com o passar dos meses, no entanto, as reclamações sobre falta de linhas, lotação em horários de pico e condições precárias de ônibus é pauta de reclamação não só dos usuários, mas também de vereadores inclusive da base aliada do prefeito Jesus Chedid.

Problemas no transporte público de Bragança Paulista foram um dos temas abordados pelos vereadores na sessão de terça-feira, 13. “Moradores viviam reclamando da Fátima e hoje os mesmos dizem que estão com saudades. Quem diria” disse o vereador Ismael Brasilino.

A Empresa Nossa Senhora de Fátima deixou de operar em outubro de 2020. Desde então, quem presta o serviço após vencer uma licitação é a empresa JTP Transportes.

LOTAÇÃO E CORTE DE LINHAS

O Em Pauta tem sido procurado constantemente por usuários, principalmente por moradores da região do Henedina Cortez, que não aguentam mais ônibus lotados, em plena pandemia da COVID-19. Usuários, principalmente da Zona Rural reclamam da sujeira dos ônibus e do corte de linhas.

O vereador Natanael Ananias, citou a reclamação dos moradores do Morro Grande da Boa Vista, com relação ao corte do ônibus que saía as 16h da rodoviária antiga e agora não existe mais. “Existe uma grande demanda de trabalhadores, que utilizam veículos para retornar para suas casas. e tem que ficar aguardando”, disse.

Já o vereador Eduardo Simões, acrescentou que fez inúmeras solicitações para a JTP para que retornassem algumas linhas e segundo ele, todas as respostas recebidas foram iguais, informando que cabe a Secretaria de Mobilidade Urbana, ou seja, a Prefeitura, autorizar o retorno das linhas. “Não era isso o que eu gostaria de ouvir”, disse.

LATA DE SARDINHA

“Hoje existe demanda, mas a população não está sendo respeitada. É necessário que eles cumpram o contrato e ofereçam para a população bragantina condições de estarem se dirigindo aos seus lares e ao trabalho”, ressaltou Natanael

As reclamações foram engrossadas pela vereadora Fabiana Alessandri. “A gente já fez inúmeros pedidos para a empresa para retorno de vários horários que foram tirados. Não tem resposta, não retornam”, afirma a vereadora que sugeriu a convocação dos empresários para que deem explicações aos vereadores e aos cidadãos.

“No início do ano estiveram aqui na comissão de obras, fizeram diversas promessas e não foi nada cumprido”, ressaltou Fabiana.

Ela acrescentou que tem recebido reclamações de ônibus precários principalmente da zona rural. “Tem reclamação dos moradores do Atibaianos, com ônibus em péssimo estado. Eles pegam a pista e tem preocupação com a segurança”.

“Demanda é o que mais tem. Inclusive, o pessoal vai que nem sardinha em lata mesmo com a pandemia”, finalizou Fabiana Alessandri.

Em seguida, a vereadora Camila Marino comentou o assunto e disse que as linhas suprimidas no período da manhã têm atrasado inclusive o horário de entrada de profissionais de saúde.

A Prefeitura de Bragança Paulista autorizou o corte de linhas por causa da pandemia da COVID-19. Cabe, aliás, ao poder público autorizar o retorno delas e a implantação de novos horários.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo independente, sério e profissional. Informe-se diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

Para receber as principais notícias do dia de Bragança Paulista e da região participe dos grupos de WhatsApp do Em Pauta

7 comentários sobre “Usuários e vereadores de Bragança reclamam da empresa de ônibus JTP

  1. Sou usuário do ônibus araras linha 204 moro em Bragança Paulista desde 1982 quando vim de São Paulo a mais de trinta anos a ns Fátima atuou em nossa cidade agora vem uma empresa com tanta promessa no entanto nem ônibus reserva tem se caso ocorra um imprevisto cadê a prefeitura o Sr prefeito Jesus Chedid e hora de cobrar sobre o contrato assinado ou colocar essa cambada pra correr da nossa cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *