Acusado de matar irmão e cunhada era CAC e tinha arma regular

A investigação do bárbaro crime que ocorreu na noite de quinta-feira (7) em Bragança Paulista, que vitimou um homem de 37 anos e uma moça de 25, está sob investigação da Central de Polícia Judiciária (CPJ) / 1° Distrito Policial.

O acusado pelo crime, o vigilante Éverton Nunes Carneiro, de 31 anos, permanece foragido. Segundo a Polícia Civil, ele era um CAC –  Caçador, Atirador e Colecionador autorizado pelo Exército Brasileiro e portava uma pistola calibre 380 registrada também nas Forças Armadas, com validade até 2032.




Em entrevista ao Em Pauta, o delegado Rogério dos Santos Gimenes, responsável pela investigação, contou que o desentendimento familiar era constante entre os irmãos. E ontem, ocorreu mais uma destas brigas, por motivo fútil. Foi quando Éverton acabou pegando a pistola, que deveria ser utilizada somente no clube de tiros, e matou o próprio irmão com um disparo no rosto, na cozinha da residência.

Depois ele foi até o quarto e atirou contra a cunhada, também tirando a vida dela com a mesma arma.

Eles moravam juntos na residência localizada no bairro do Henedina Cortez, juntamente com a mãe, que presenciou o crime e mesmo em estado de choque, já prestou depoimento à polícia.

Na sequência do crime, fugiu na motocicleta Yamaha YBR 125K, placas DYO-5660 de Bragança Paulista, de sua propriedade.

CLUBE DE TIRO EM ATIBAIA

O Certificado de Registro de CAC – Caçador, Atirador e Colecionador do acusado pelo duplo homicídio era vinculado a Associação Desportiva Valle – ADV (Clube de Tiro Valle), localizado em Atibaia, de acordo com o boletim de ocorrência.

O registro dava permissão para a prática de caça, de tiro esportivo, de armazenagem de arma de fogo e munição e guia de tráfego com a arma da residência ao stand de tiro.

O Em Pauta entrou em contato com a empresa, solicitando um posicionamento, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

POLÍCIA ESTÁ NA CAÇA DO ACUSADO

Policiais civis de delegacias de Bragança Paulista realizam buscas na região, nesta sexta-feira (8), na procura do acusado pelo bárbaro crime. Outras informações não foram fornecidas pelo delegado Rogério dos Santos, justamente para não atrapalhar as investigações.

SEPULTAMENTOS

Por volta das 12h desta sexta-feira (8) o corpo de  Edvania de Lima, de 25 anos, ainda não havia sido liberado para velório, no Instituto Médico Legal (IML) de Bragança Paulista.

Já o sepultamento de Wellington Nunes Carneiro, de 37 anos, está programado para as 16h, no Cemitério da Saudade.

REGISTRO DE CACS CRESCE 474% NO BRASIL

De acordo com dados do Anuário de Segurança Pública, divulgados em junho de 2022, a quantidade de pessoas com certificado de registros de armas de fogo no Brasil cresceu 474% ao longo desde 2018.

Os números foram levantados com base em informações do Exército e levam em conta os registros de CACs.

Antes de 2018, o Brasil tinha 117,5 mil pessoas com registro de CAC. Agora, são mais de 673,6 mil registros.

CAC EM BRAGANÇA PAULISTA

A questão dos CACs teve uma polêmica entre o final de 2021 e o início de 2022, em Bragança Paulista.

Um Projeto de Lei na Câmara Municipal pretendia incluir no calendário oficial de Bragança Paulista o Dia do Caçador, Atirador e Colecionador de Armas, portanto, homenagear essa classe. A medida ficou conhecida nas mídias sociais como ‘projeto da caça’ e teve enorme rejeição, principalmente de entidades ambientais.

Por fim, a Comissão de Justiça, Redação, Defesa do Meio Ambiente e do Consumidor da Câmara Municipal de Bragança Paulista rejeitou por unanimidade a iniciativa do vereador do PSD (Partido Social Democrático).

📰 Curta a página Polícia em Pauta no Facebook
📲Entre no grupo de WhatsApp do Jornal Em Pauta e receba as últimas e principais notícias
📲 Siga o Jornal Em Pauta no Instagram e no Twitter
📲 Entre no grupo do Telegram do Jornal Em Pauta e receba as últimas e principais notícias




3 thoughts on “Acusado de matar irmão e cunhada era CAC e tinha arma regular

  • 10/07/2022 em 00:53
    Permalink

    As pessoas ficam brigando a toa, isso mexe com o psicológico, geralmente quem é da segurança pública precisa no mínimo tomar calmantes e praticar esportes.

    Resposta
  • 11/07/2022 em 20:13
    Permalink

    Fato lamentável! Posse de arma de fogo no não é para qualquer um. Esse desequilibrado acabou com a vida do irmão, da cunhada, da própria mãe e da sua.

    Resposta
  • Pingback: URGENTE: Polícia prende homem que matou irmão e cunhada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.