Após ato racista homem pagará indenização para vizinho em Bragança

Após ato racista homem pagará indenização para vizinho em Bragança

A 1ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) manteve decisão da 2ª Vara Cível de Bragança Paulista que condenou um homem a indenizar o vizinho, após um ato racista.

O autor das ofensas foi condenado por danos morais e a reparação foi fixada em R$ 7 mil. O TJSP não divulgou o nome do envolvidos no caso.

A confusão começou por conta do barulho gerado pelos animais de estimação da vítima.  Irritado, segundo o TJ, o homem passou a dizer que “a casa do vizinho parecia um zoológico e que ele seria o “macaco”. Alterado o vizinho continuou com xingamentos e ofensas.

O desembargador, relator do recurso, Luiz Antonio de Godoy, disse que não há “dúvida de que referir-se ao autor como macaco é pejorativo e ultrapassa qualquer insatisfação justa quanto ao ruído dos animais criados na residência vizinha.

“Tal ofensa preconceituosa não pode ser tolerada, na medida em que fere os padrões de ética e moral do mundo contemporâneo. O apelante extrapolou os limites do direito ao descanso e ao silêncio; sua conduta significou desprezo pela dignidade do ser humano e pela pacífica convivência social, atingindo frontalmente a honra (objetiva e subjetiva) do autor”, escreveu em seu voto.

Participaram do julgamento, de votação unânime, os desembargadores Francisco Loureiro, bem como Rui Cascaldi.

INFORME-SE

A melhor arma contra a desinformação é o jornalismo independente, sério e profissional. Informe-se, portanto, diariamente, pelo Jornal Em Pauta.

No Em Pauta, diariamente você encontra notícias atualizadas sobre o avanço da COVID-19 em Bragança Paulista, Atibaia e região,

Quer receber notícias atualizadas de Bragança Paulista, bem como região no celular? Entre no grupo de
WhatsApp do Em Pauta

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *