Idoso de 86 anos agredido por morador de rua durante assalto morre após 32 dias internado

Benedito de Faria Gonçalves, de 86 anos, mais conhecido como “Dito Barbeiro”, avô do vereador José Gabriel Cintra, será sepultado às 10h, no Cemitério da Saudades.

Ele foi vítima de um assalto no dia 2 de agosto na Rua São Pedro  e estava internado em estado grave desde então.

O CRIME

Benedito de Faria Gonçalves, de 86 anos, estava em sua barbearia quando lá chegou Nailton Lima dos Santos, de 28 anos, mais conhecido como “Sabotagem”, que ficou aguardando o barbeiro terminar de atender um cliente, que pagou pelo serviço e foi embora.

Sabotagem empurrou o barbeiro para os fundos da barbearia e o amarrou. Em seguida deu um soco na barriga da vítima, que caiu de costas contra o vaso sanitário, sofrendo ferimentos graves.

O acusado do crime roubou R$500 e fugiu. Foi a vizinha, que encontrou o idoso caído e inconsciente e acionou o Resgate do Corpo de Bombeiros que o socorreu a Santa Casa.

O idoso chegou a ser transferido para o Hospital Universitário, onde permaneceu internado por 32 dias. Ele não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O acusado do crime foi preso pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) no último dia 18 de agosto.

Este não teria sido o primeiro assalto que o acusado teria cometido na barbearia, mas na época, o idoso não quis registrar a ocorrência.

Um outro indivíduo, identificado como Luis Gustavo Diniz, de 34 anos, também foi preso com o desenrolar dos caso, já que tentou ameaçar testemunhas. Ele era foragido da cadeia e responderá pelos crimes de coação no curso do processo e resistência à prisão.