Jesus Chedid afirma que Fernão não deixou em caixa verba total para pagar salário nesta sexta

Em diversos estados e municípios o salário dos servidores está atrasado.

Em Bragança Paulista, apesar de vários cortes alegando crise financeira, o ex-prefeito Fernão Dias não atrasou nunca o salário dos funcionários, entretanto, segundo o atual prefeito, Jesus Chedid, seu antecessor não deixou em caixa dinheiro suficiente para efetuar o pagamento nesta sexta-feira, dia 6.

A polêmica veio a tona nesta quinta-feira, dia 5, o que gerou insegurança dos servidores.

A reportagem do Bragança Em Pauta, conversou com o prefeito sobre este assunto. Ele disse que somente hoje a noite seus secretários conseguiriam verificar se havia possibilidade de pagar nesta sexta-feira, dia 6, o salário de todos.

“Tinha uma parte. Não tinha tudo não de jeito nenhum. Não tenho que ficar discutindo com o Fernão. com os secretários do Fernão, eu vou perder tempo. Falem o que eles quiserem. Eu preciso ser transparente. Se eu não aviso a população e amanhã não da para pagar, como é que faz? Que atenção que eu dei? Já começa uma revolta do funcionalismo. Agora se eu já avisei e já coloquei em dúvida o pagamento, o funcionalismo vai achar menos ruim com a gente.”

 

Segundo informações de pessoas ligadas à gestão anterior havia sim dinheiro total para o pagamento, já que a folha de janeiro somava, sem encargos, cerca de R$ 10 milhões e teria sido deixado em caixa R$ 11.230.000,00.

Vale lembrar, entretanto, que a reportagem do Bragança Em Pauta questionou antes do término do mandato a assessoria de Fernão Dias se havia este dinheiro em caixa para o pagamento, quanto era o montante da dívida da Prefeitura, mas obtivemos na época informação que estes dados só estariam disponíveis no dia 29 de dezembro as 18h, e nenhuma informação foi enviada à imprensa.