Prefeitura volta atrás e vai desfazer ciclovia na Avenida São Lourenço, em Bragança Paulista, após pressão de comerciantes.

Sete dias depois de pintar uma ciclovia na Avenida São Lourenço, na região do Lavapés, a Prefeitura de Bragança Paulista confirmou oficialmente que estava voltando atrás de seu próprio projeto e irá desfazer a obra.

Uma reunião ontem, 13, no Gabinete do Palácio Santo Agostinho entre o vice-prefeito Amauri Sodré, comerciantes da região e vereadores, selou o “volta atrás” da Secretaria de Mobilidade Urbana.

Inclusive, quem anunciou que a ciclovia iria para a Avenida dos Imigrantes foi o próprio secretário Rogério Crantschaninov, que semanas atrás havia batido o pé e afirmado aos comerciantes que se eles quisessem que a ciclovia passasse pela Avenida dos Imigrantes e não pela Avenida São Lourenço, que arcassem com a obra com recursos dos seus bolsos.

MOVIMENTO MOBILIZOU MAIS DE 100 COMERCIANTES

Conforme o Em Pauta noticiou no último dia 11, os comerciantes estavam revoltados com as mudanças, que segundo eles, tiveram início há meses com a colocação de mão única, também sem qualquer consulta prévia. Além da mudança de mão e a ciclovia, agora a ser removida, foi instalado Zona Azul na via.

Um abaixo-assinado chegou a ser protocolado na Prefeitura, endereçado ao prefeito Jesus Chedid, com cerca de 100 assinaturas. Os reclamantes argumentaram na ocasião que a mudança impactou o comércio de forma negativa, ocasionando queda nas vendas e consequente demissão de funcionários e até mesmo no fechamento de pelo menos seis estabelecimentos.

Os comerciantes afirmam que continuarão lutando para que a via volte a ser mão dupla.

QUEM PAGA A CONTA?

Enquanto vereadores da base do Grupo Chedid parabenizaram o prefeito Jesus e o deputado estadual Edmir Chedid por voltarem atrás de uma decisão praticada há sete dias, o vereador Quique Brown afirmou em suas mídias sociais que “Cabe à Câmara Municipal de Bragança Paulista cobrar providências legais quanto ao desperdício de dinheiro público empregado pelo secretário Rogério que insistiu em fazer algo da própria cabeça e depois desfazer”.

Esta não é a primeira vez, aliás, que o secretário de mobilidade autoriza uma obra e depois de pressão volta atrás.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro de oportunidades de cursos, bem como concursos e vagas de emprego acesse: https://jornalempauta.com.br/category/oportunidades/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *