Polícias Civil e Militar tiram mais de 14 kg de droga de circulação em Bragança e Socorro

Duas ações bem sucedidas das Polícias Civil e Militar, foram responsáveis pela retirada de mais de 14 kg de drogas das cidades de Bragança Paulista e Socorro na quinta-feira, dia 8, causando grande prejuízo aos traficantes e um benefício enorme para a sociedade.

Policiais Civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Bragança prenderam na cidade de Socorro, José Fernando Bertelli, de 58 anos. mais conhecido como Gardenal.

14199541_1818575398372909_8639749993443235691_nEle é acusado de tráfico de drogas e segundo o boletim de ocorrência, policiais civis tinha informação de que o mesmo fazia a distribuição de maconha no bairro Vila Nova naquele município e passaram a investigar o caso.

Na tarde de quinta-feira, dia 08, os policiais se posicionaram nas imediações do imóvel e ficaram observando à distância. Quando “Gardenal” estava saindo da casa, os investigadores tentaram abordá-lo, mas ele entrou rapidamente e trancou a porta, se recusando a abri-la.

Os policiais invadiram então a residência. “Gardenal” sacou um revólver de calibre 38, e apontou em direção aos policiais, mas em seguida se rendeu.

Além da arma, com ele os policiais encontraram 3 munições intactas, os e 1 celular.

Ao revistar a residência, os policiais encontraram 9 “tijolos” de maconha em cima da geladeira. Encontraram também no quarto, 16 porções de maconha e mais 20 munições intactas, além de uma balança de precisão.

No total, as drogas pesaram pouco mais de 7 Kg.

“Gardenal” confessou que traficava há sete anos, para sustentar o próprio vício e que pagava R 1.500,00 por cada “tijolo” de maconha. Diante do apurado, ele foi conduzido para a DISE, autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e recolhido à cadeia.

 Já na noite de quinta-feira, dia 8, foi a vez da Polícia Militar realizar mais uma ação de sucesso.  Policiais faziam patrulhamento pela Santa Libânia e foram informados que tinha acabado de chegar drogas em uma residência situada na Rua Araras.

Os policiais imediatamente se deslocaram para o local. A mãe de Paulo Roberto de Oliveira, de 31 anos, mais conhecido como “Paulinho”, franqueou a entrada dos policiais na casa, informando que o filho estava no terceiro andar.

Enquanto subiam as escadas os policiais ouviram barulho de alguma coisa caindo e ao verificar o quintal do vizinho encontraram uma sacola que continha em seu interior 03 “tijolos’ de maconha, pesando cerca de 2 Kg, além de duas pedras grandes de crack, pesando 102,0 gramas.

“Paulinho” foi detido e assumiu a propriedade da droga.

Enquanto os policiais faziam buscas na casa, receberam nova informação dando conta que aquela droga encontrada havia sido ali deixada por um indivíduo mais conhecido como “Felipinho”, residente no Jd. Maranata.

Os policiais militares foram então para lá e detiveram Felipe Carlos Mariano, de 22 anos.

Ele estava em um cômodo nos fundos do imóvel, onde os policiais encontraram dentro de um guarda-roupas, um pote de vidro contendo uma porção de maconha.

Embaixo da cama, por sua vez, os policiais encontraram mais 09 “tijolos” de maconha, pesando 5,520 Kg, além de uma balança de precisão.

Diante dos fatos, Paulo e Felipe foram conduzidos ao Plantão Central da Polícia Civil, autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico e recolhidos à cadeia.